Escolha uma Página

O TAMANHO DO FLAMENGO

2 / dezembro / 2020

por Zé Roberto Padilha


Com o tempo você vai aprendendo. No caso Flamengo, o tempo foi me mostrando o seu tamanho tantas vezes não compreendido pelos que o dirigem. Principalmente no que diz  respeito às suas  contratações. O que é bom para o Fortaleza, hoje, não será ainda bom para o Flamengo.

Não é culpa do Rogério Ceni. Aconteceu lá atrás com Marcelo Cirino. E mais recentemente com Michael. Atuavam em times com suas fortalezas fechadas e eram suas válvulas de escape. Porque o Goiás, e o Atlético Paranaense, protegem mais que atacam seus adversários.

Daí eles se destacam, jogam bem contra  o Flamengo, que se expõe sempre, e são contratados ainda no vestiario.  E o Flamengo, grande daquele jeito, joga compacto por tradição e seus adversários estarão fechados.Por tradição e sobrevivência. E não permitem o contra ataque.

E como esses dois velocistas precisam dele, como vão ser úteis ? Tocando bola e entrando tabelando quando suas maiores  armas precisam de espaço?

Rogério Ceni ainda é treinador para proteger fortalezas.  No comando de uma foi crescendo como treinador. Dai o levaram para o Cruzeiro. Grande daquele jeito. E agora o Flamengo.

Ninguém passa da infância para a fase adulta sem passar pela adolescência. Que tal uma ida à boate com a camisa do Coritiba? Um encontro com a namora sob a égide de um Bahia?

Pedir uma moça do Méier para sair e levá-la, com todo respeito, para um jantar a luz de velas no Copacabana Palace você vai encantá-la.

Mas você será precocemente eliminado da Libertadores.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.