Escolha uma Página

OS MENINOS DE GUADALUPE

A equipe do Museu foi até a Barra da Tijuca para uma resenha de tirar o fôlego com
Jorginho e Donato, dois ídolos do Vasco da Gama!

NO SEU BOTECO PREFERIDO

Começando pelo Bigorrilho, no Leblon, a equipe do Museu inaugura hoje
uma série para apresentar os principais botecos da cidade!

NEY ROSA

Campeão carioca de 1957 pelo Botafogo, Ney Rosa bateu um papo com a equipe
do Museu da Pelada e relembrou sua trajetória!

PRÊMIO CRIO

Com a presença de PC Caju, a equipe do Museu da Pelada recebeu o Prêmio cRio de
Economia Criativa, que promove os talentos cariocas da área

CLIQUE E ASSISTA

O primeiro mini doc do Museu da Pelada reúne depoimentos de jogadores para ressaltar a situação atual do nosso futebol, a dificuldade nas peneiras e muito mais!

SOBRE NÓS

Conheça nossos projetos e saiba como fazer parte deste time que
busca a poesia perdida do futebol a todo custo!

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

resenha do museu

O MARECHAL DA VITÓRIA

O MARECHAL DA VITÓRIA

por Elso Venâncio Vicente Feola e Paulo Machado de Carvalho Empresário e advogado paulista, Paulo Machado de Carvalho foi um personagem importante nas Copas de 1958, na Suécia, e 1962, no Chile, quando o Brasil se tornou bicampeão mundial. Chefiando a seleção com...

ler mais
BRASIL, REI DA AREIA

BRASIL, REI DA AREIA

por Paulo-Roberto Andel E finalmente chegamos ao hexa no Beach Soccer em cima da Itália. É bom que se diga: hexa se considerarmos apenas os Mundiais da FIFA, a partir de 2005. Antes disso, com a organização da BSWW, foram disputadas outras dez Copas do Mundo e...

ler mais
ESPELHOS

ESPELHOS

por Eliezer Cunha O futebol é uma arte supra detalhada, contudo seus objetivos são claros, determinantes, lógicos e atingíveis. Vejamos algumas considerações reflexivas. As Décadas de 70 e 80 foram atingidas pelos respingos das exuberantes atuações campais e pela...

ler mais
UMA GELADEIRA POR PELÉ

UMA GELADEIRA POR PELÉ

por Rubens Lemos O aprendiz de cronista é guardião das migalhas das histórias que para a maioria nada significam. A crônica é olhada com desprezo pelo novo jornalismo, mas é a sobra da sensibilidade oxigenando a vida e expulsando as toxinas do cotidiano movido pela...

ler mais
TEMPOS DOURADOS

TEMPOS DOURADOS

por Péris Ribeiro Com o Santos consagrado como grande campeão, Pelé era a atração máxima de Paris, naquele ínicio da década de 1960 As décadas de 1950, 60 e 70 significaram a Era de Ouro do futebol brasileiro. Foi, sem dúvida, um tempo de total visibilidade para os...

ler mais
MAIS DO QUE UM TORCEDOR, UM AMANTE DO FUTEBOL RAIZ

MAIS DO QUE UM TORCEDOR, UM AMANTE DO FUTEBOL RAIZ

por Reinaldo Sá Como definir esse maranhense que tinha como sonho ser um jogador de futebol profissional? Porém, as peneiras com poucos recursos, levaram a outros caminhos. Precisou desenvolver diversas habilidades para o sustento do seu dia a dia e a viagem de sua...

ler mais
UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 50

UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 50

por Eduardo Lamas Neiva Após a apresentação de Jackson do Pandeiro, com o “Frevo do bi”, a Copa de 62 passou a ser relembrada com detalhes e brilhantismo pelos amigos no bar Além da Imaginação. Idiota da Objetividade: - A seleção brasileira em 1962 não deu show...

ler mais
AS FINAIS DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1994

AS FINAIS DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1994

por Luis Filipe Chateaubriand Em 1994, os arquirrivais Corínthians e Palmeiras chegaram às finais do Campeonato Brasileiro daquele ano. O Corinthians conseguiu a vaga nas finais ao suplantar o Atlético Mineiro nas semifinais. O Palmeiras conseguiu a vaga nas finais ao...

ler mais
SEGURE O TCHAN! AMARRE O TCHAN!

SEGURE O TCHAN! AMARRE O TCHAN!

por Zé Roberto Padilha Em meio à falta de imaginação que tem rondado o meio campo da nossa seleção, tão discretos que não consigo lembrar quem jogou por ali no Catar, dois craques roubaram a cena esta semana no estadual. E nos deram muitas esperanças. André e Igor...

ler mais
o efeito zico

o efeito zico

por Marcos Eduardo Neves Aos 12 anos, no começo de 1987, consegui uma façanha: virei gandula do Flamengo. O melhor era o local: justamente no Flamengo, porque o time ainda treinava na Gávea. Detalhe: como se fosse hoje, via de perto uma verdadeira constelação. Tinha...

ler mais
AS RECEITAS DOS CLUBES – 2022-23

AS RECEITAS DOS CLUBES – 2022-23

por Idel Halfen O artigo dessa semana analisa as receitas dos 30 clubes com maior faturamento na temporada 2022-23, segundo o relatório da Deloitte “Football Money League”, o qual, por sua vez, embasa o estudo da Jambo Sports Business, cujo link para acesso...

ler mais
PAIXÕES DO CHICO ANYSIO

PAIXÕES DO CHICO ANYSIO

por Elso Venâncio Chico Anysio, o gênio do humor, o Charles Chaplin brasileiro, tinha duas paixões: o rádio e o futebol. Ele ouvia as jornadas esportivas da Rádio Globo do Rio de Janeiro e ligava, sobretudo nos finais de semana, quando descansava no seu sítio em...

ler mais
TRÊS MENINOS E SEUS VELHOS

TRÊS MENINOS E SEUS VELHOS

por Claudio Lovato Filho O menino está na garagem do prédio chutando contra o muro a bola de couro muito gasta.​Ainda sente no rosto a dor da agressão sofrida por ter desafiado a autoridade paterna. Na verdade, apenas fez uma pergunta, mas isso foi o bastante. Não foi...

ler mais
SALÁRIOS ATÉ ATRASAVAM, MAS OS TÍTULOS ESTAVAM EM DIA

SALÁRIOS ATÉ ATRASAVAM, MAS OS TÍTULOS ESTAVAM EM DIA

por Zé Roberto Padilha Poucos clubes que aderiram ao SAF, como o Botafogo, demonstraram tão precisamente o que significa essa nova realidade para o nosso futebol. Os cofres estarão cheios, ano passado o lucro foi de 388 milhões, e as salas de troféus vazias. John...

ler mais
DUAS ESCOLAS, NENHUM COMANDO, POUCAS ESPERANÇAS

DUAS ESCOLAS, NENHUM COMANDO, POUCAS ESPERANÇAS

por Zé Roberto Padilha Não sei por qual ótica analisaram Vasco X Fluminense, mas a que nos chamou a atenção foram suas posturas táticas distintas. De um lado, um time experiente abusava da habilidade dos seus jogadores. Muitos já anexando os papéis para completar a...

ler mais
UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 49

UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 49

por Eduardo Lamas Neiva Zé Ary aproveita a breve dispersão do público e uma pausa na resenha da mesa principal do bar Além da Imaginação após a execução de “Escola de Feola” para pôr no aparelho de som “Brasil campeão do mundo”, de Aldemar Paiva e Nelson Ferreira,...

ler mais
QUANTO VALE A MARCA DO SEU TIME

QUANTO VALE A MARCA DO SEU TIME

por Idel Halfen Recentemente foi publicado um estudo acerca dos valores das marcas dos principais times brasileiros, o qual teve uma razoável repercussão nas redes sociais, onde o filtro quase inexiste, e na imprensa, onde deveria existir, mas... Antes de passarmos ao...

ler mais
A COLETIVA DE TITE

A COLETIVA DE TITE

por Elso Venâncio A confusa coletiva Péris Ribeiro, o ‘biógrafo do Didi’, me pergunta se eu vi a coletiva do técnico Tite depois do jogo do Flamengo contra o Volta Redonda. Respondi que não, porque as entrevistas de hoje são cansativas, arrastadas e sem perguntas que...

ler mais
AGARRA, WENDELL!

AGARRA, WENDELL!

por Paulo-Roberto Andel Félix foi meu primeiro goleiro. Ouvi seu nome junto com Fluminense e decorei para sempre. Em geral, os garotos passam a torcer por seus times por causa da camisa, das bandeiras e do escudo. Eu, não: torci por causa do nome, da palavra, sem...

ler mais
AS FINAIS DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1993

AS FINAIS DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1993

por Luis Filipe Chateaubriand Em 1993, coube a Vitória e Palmeiras fazerem as finais do Campeonato Brasileiro. O Vitória se classificou às finais ao vencer um quadrangular com Corinthians, Santos e Flamengo. O Palmeiras se classificou às finais ao vencer um...

ler mais
AMAMOS DE A A ZICO

AMAMOS DE A A ZICO

por Marcos Vinicius Cabral Este texto foi planejado para celebrar 71 anos de Arthur Antunes Coimbra. O craque atravessa mais uma primavera no próximo 3 de março. Zico, gênio dos gramados, maior jogador do Flamengo, um dos grandes camisas 10 do futebol mundial de todos...

ler mais
UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 48

UMA COISA JOGADA COM MÚSICA – CAPÍTULO 48

por Eduardo Lamas Neiva Com o apoio do público presente ao bar Além da Imaginação, Zé Ary mal esperou acabar o “Hino aos campeões mundiais” e emendou no aparelho de som com “Campeão do mundo”, de João de Barro, com Joel de Almeida, orquestra e coro....

ler mais
CALMA, BET!

CALMA, BET!

por Idel Halfen A decisão da Supercopa do Brasil 2024, que colocou frente à frente Palmeiras e São Paulo, nos brinda com um interessante fato para ser analisado sob o prisma de marketing. Mais precisamente, vamos falar do São Paulo, que ostentou na sua camisa as...

ler mais
PEGA PARA CAPAR

PEGA PARA CAPAR

por Fabio Lacerda As Olimpíadas de Paris acontecerão pela terceira vez desde as competições de 1900 também realizada na Cidade Luz. A edição deste ano coloca a cidade mais visitada do mundo como a maior anfitriã das Olimpíadas ao lado de Londres a partir do recorte...

ler mais

Foto da semana

A foto da semana é um belo registro de Severino Silva, um dos maiores fotojornalistas do mundo, que completa mais um ano de vida hoje!

craque da semana

Aldair x Ricardo Gomes

Essa semana a disputa é entre Aldair e Ricardo Gomes

Quem você escolhe?

CHUVA DE GOLS

Família Lemos

SILVA, O BATUTA

Silva Batuta

O LATERAL DE 70

Marco Antônio

AMIGOS PARA SEMPRE

Selefogo

O MAQUINISTA

Afonsinho

EDUZINHO, NOTA 100

Eduzinho Coimbra

LEANDRO ETERNO

Acervo restaurado

O DONO DA BOLA

Evaristo de Macedo

RESENHA DE OURO

Gérson

PUNHO CERRADO

Reinaldo