Escolha uma Página

O GOLEADOR COM A CRUZ DE MALTA NO PEITO

Nosso correspondente de Piracicaba, Kal Mattus foi até a casa de Paulinho Massariol para saber mais sobre a carreira do artilheiro que começou no XV de Piracicaba e logo ganhou visibilidade nacional!

Filho do zagueiro Idiarte, jogador que mais vezes vestiu a camisa do XV, Paulinho carrega o talento no sangue e, desde novo, se acostumou a balançar as redes adversárias. Logo assim que subiu para os profissionais, foi vice-campeão do Paulista de 1976, sendo derrotado pelo poderoso Palmeiras na grande decisão.

O talento chamou a atenção dos times de ponta do Brasil e o Vasco seduziu o goleador com uma proposta irrecusável. Garoto do interior, chegou a São Januário em 77 repleto de malas e não foram poucas as noites em que dormiu embaixo das arquibancadas.

No ano seguinte, terminou o Campeonato Brasileiro como o grande artilheiro, com 19 gols marcados, jogando ao lado de Dinamite, Abel, Marco Antônio e companhia.

Durante o papo, Paulinho não escondeu a sua indignação com os “artilheiros” de hoje em dia, que balançam a rede 10 vezes por ano e são idolatrados pela torcida!

Assista ao vídeo acima e confira a resenha completa!