Escolha uma Página

O FIM DA PICADA

19 / setembro / 2021

por Victor Kingma 


O juiz apita! Falta na entrada da área.O avante solta a bomba. A bola sobe e estoura no galho da árvore atrás do gol!

Os moradores da casa ao lado se agitam e invadem o gramado. Começa a confusão: 

O gandula, pernas avermelhadas, grita de dor. O goleiro abandona a meta e corre. 

Os demais jogadores, assim como o trio de arbitragem, com as orelhas em fogo, também saem em disparada. 

A turba de torcedores se esvoaça. À beira do gramado, o cão vira-latas rola na grama.

No estábulo ao lado do campo o touro, anca em brasa, arrebenta a cerca e foge. 

O tropeiro que assistia ao jogo, pica a mula e desaparece. O narrador solta o grito, não de gol, mas de dor.

Pânico geral!

Minutos de terror!


Após a invasão, pouco a pouco os invasores vão voltando pra casa. 

Mas ainda há perigo. Ninguém quer sair do abrigo.

– O que fazer?

Damião, o corajoso massagista, acende a tocha…

Pouco depois a casa de marimbondos fumega no chão.

Alivio geral.  

É O FIM DA PICADA!

Mas será que ainda vai ter jogo?

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.