Escolha uma Página

LIÇÕES TARDIAS DE UMA COPA DO MUNDO

31 / maio / 2022

por Zé Roberto Padilha

Fomos eliminados na última Copa do Mundo, na Rússia, em 2018, pela Bélgica. Como sempre, muitos jornalistas, torcedores, nem lembro, mas estava no bolo dos inconformados, o país não poupou o técnico Tite. Muito menos o Neymar.

Mas logo para a Bélgica?

Bem, revendo, hoje, os melhores lances da partida, entendemos melhor porque perdemos. E não foi para qualquer seleção.

Sabe quem era o goleiro deles? Courtois, do Real Madrid. Fez contra o Brasil o que fez contra o Liverpool.

Quem fez o segundo gol deles, já que o primeiro foi contra, de Fernandinho? Kevin DeBruyne, campeão inglês pelo Manchester City e um dos mais completos jogadores do time de Guardiola.

E quem era o centroavante? Lukaku. Campeão Mundial de Clubes pelo Chelsea.

Não é pouca coisa. Se estão voando hoje, medalhas no peito, titulos mundiais, imaginem há quatro anos?

Apenas outra lição dos que vivem, como todos nós, a procurar erros nas derrotas sem enxergar os méritos dos vencedores.

A outra Copa do Mundo está próxima.

Quem sabe não aprendemos mais esta lição que o futebol nos concedeu?

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.