Escolha uma Página

VALORIZAÇÃO DA CERA

23 / maio / 2022

:::::::: por Paulo Cézar Caju :::::::

Sei que já abordei o tema aqui algumas vezes, mas rodada após rodada os jogadores parecem mais descarados. O tempo de bola rolando está cada vez menor e os árbitros não fazem nada para se impor. A cada falta, forma-se uma roda de reclamação, a cada defesa, são minutos perdidos de atendimento médico destinado ao goleiro. Os treinadores, que deveriam dar o exemplo, vivem xingando na beira do campo e às vezes até orientam os jogadores a caírem para ganhar tempo. O pior de tudo é que esse é um problema mundial e o futebol está cada dia mais valorizado.

Na minha época, modéstia à parte, a gente dava show de verdade, a bola rolava quase o tempo todo e o reconhecimento era mínimo. Como exemplo, posso citar o Fusquinha que ganhei de premiação após o histórico tri mundial.

Hoje, abro o jornal e leio que Mbappé renovou com o PSG por não sei quantos milhões de euros e o maior salário da história. Acho que foi a melhor decisão possível para o atacante, não só pela questão financeira, mas também por estar em seu país em ano de Copa Mundo. Além disso, ele é muito jovem e terá tempo para respirar novos ares no futuro.

Por fim, gostaria de parabenizar o Guardiola pelo título inglês. Podem falar o que quiser, que ele foi eliminado da Champions, mas é impressionante a capacidade dele de jogar um futebol coletivo, sem medo do adversário. Foi assim no Barcelona, no Bayern de Munique e agora no Manchester City.

O campeonato inglês é o mais disputado do mundo, com craques de todos os continentes, o Liverpool quase não desperdiça pontos e levantar esse caneco não é para qualquer um. Nos últimos cinco anos, foram quatro conquistas de Guardiola pelo City. Se analisar a carreira toda, foram 10 ligas conquistadas em 13 temporadas de trabalho. Precisar dizer algo mais? É hoje, sem dúvidas, o melhor treinador do mundo!

Pérolas da semana:

“Para baixar a marcação e flutuar no 4-5-1, o treinador mandou o time abrir a caixa de ferramentas, evitando o perigo, e conseguiu fazer o atacante dar uma chapada banana e guardar a bola na casinha”.

“Com leitura de posicionamento, jogando pela ala direita, o jogador de beirinha tenta uma infiltração mecânica ofensiva, mordendo o tempo inteiro e revezando com o falso 9 para aproveitar a bola espetada”.

TAGS: PC Caju

4 Comentários

  1. Eduardo Corrêa Klem

    Paulo César, só você carregar essa bandeira, não vai dar em nada, deveria haver mais pessoas, e também, acho uma covardia e um descaso com os jogadores quando chega p verão jogar às quatro horas, cadê o sindicato, é os jogadores também

    Responder
  2. Eduardo

    Chapada banana!O que venha ser isso?kkkk

    Responder
  3. Ivan Fernandes

    As pérolas da semana são uma delícia de ler!!
    Parabens

    Responder
  4. Paulo Roberto Rodrigues Siqueira

    Esta coluna é a melhor que existe. PC Cajú foi um craque no campo e agora também é na escrita. Os atuais comentaristas só falam bobagens e não entendem bulhufas de futebol. Atualmente assisto os jogos sem som, pra não me aborrecer com as opiniões idiotas

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.