Escolha uma Página

FORÇA FEMININA

23 / fevereiro / 2022

por Wendell Pivetta


Em Tupanciretã muitas conquistas esportivas ainda estão por vir. O município do interior do Estado do Rio Grande do Sul ainda está em evolução, e construindo campeões.

Em tempos áureos, o título de maior expressão do futebol local é a conquista da segunda divisão do Gauchão realizada pelo GEPO, nos anos 80.

No domingo, 20 de fevereiro, a equipe do SPORT F.C entrou para a história, se tornando o primeiro time a ser sede de uma competição Estadual na categoria feminina. Sim, apenas em 2022 o município conseguiu este mérito, e com uma equipe determinada a almejar o topo.

O SPORT F.C tem se tornado cada vez mais exemplo de garra e conquistas, batalhando por um espaço ainda pequeno dentro da cidade, mas unindo a família, o time está muito bem estruturado. Prova disso, a classificação da equipe na Copa de Verão Nedel organizada pela Liga Sul Rio Grandense de Futsal.

No domingo, a equipe enfrentou durante o dia, a primeira etapa da competição, envolvendo os times Industrial da cidade de Palmitinho, o Barcelona e o Bonekas F.F de Júlio de Castilhos. As gurias tupanciretanenses se classificaram em segundo, e jogam a segunda etapa da competição em São Luís Gonzaga, município com mais de 3 horas de distância.

E prova da união desta família, e dedicação tática de muito treino destas gurias, que muitas vezes treinavam a meia noite no Ginásio Municipal, foi o registro fotográfico que realizei no embate final da chave, quando o SPORT F.C precisava vencer o Bonekas F.F para garantir o acesso.

Em um jogo eletrizante, mas de goleada, a equipe de Tupanciretã batalhou, e superou suas adversárias com um belo futsal. E em um lance especial, trouxe o esplendor do dia. O time estava vencendo, porém acabava de tomar um gol, e às adversárias estavam apelando diretamente para a agressividade. Muitas faltas sendo cometidas, arbitragem com o pulso leve, e em um lance para expulsão, a ala do SPORT F.C escapa pelo setor direito, chega frente ao gol, e é parada com um carrinho de uma atleta, e por cima, um cotovelo da outra adversária. Prensada e afetada pela agressão, a jogadora não conseguiu seguir em quadra diante de tamanha dor em sua perna.


A substituição aconteceu naturalmente. Tensão e nervosismo, um clima de briga estava se instaurando na partida, então o técnico foi ágil: “Ei, gurias, elas estão só batendo. Façamos o seguinte, se soltem, troquem passes, façam 2-1 e deixem elas correrem atrás da bola, vamos cansar elas”.

Sábia dica para o atendimento rápido do time. A cobrança da falta, o 2-1 realizado e na esquina direita da área, um chute raivoso, forte, feroz, ultrapassa a linha defensiva adversária para a euforia dos torcedores do Ginásio Municipal. A atleta foi ao alambrado, vibrou, celebrou, abraçou.

Muita emoção tomou conta de um jogo, para terminar SPORT F.C 5×1 Bonekas F.F. Tupanciretã classificada, e a representação de um belo futsal com determinação, garra, dedicação e emoção pura da magia do futebol raíz, do alambrado ainda vivo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.