Escolha uma Página

RÁDIO JOVEM OLARIA ESTÁ DE VOLTA

18 / outubro / 2020

por André Luiz Pereira Nunes


Uma web rádio é uma rádio digital ou online, como muitos conhecem, que é transmitida em tempo real por streaming pela internet. A grande sacada é que elas funcionam de forma simples, utilizando um servidor que emite programas ao vivo ou gravados.

Pioneira em transmissões de jogos via internet, a Web Rádio Jovem Olaria, fundada a 18 de setembro de 2010, está de volta à cobertura das partidas do Olaria Atlético Clube. Criada sem fins lucrativos por Clécio Vianna, a equipe conta com Luiz Cláudio Colão, Bruno Soares, Arthur Neto e o intrépido Paulo Roberto Rodrigues, este último, o maior especialista em cobertura de categorias de base e divisões menores do Rio de Janeiro. O idealizador da rádio, o professor Clécio Vianna, agora cuida da parte técnica.

Meu amigo de mais de três décadas, Arthur Neto, torcedor e sócio da equipe da Rua Bariri me informou que a reativação da rádio para voltar a veicular jogos custou uma quantia considerável. Mas o resultado trará inúmeros benefícios. Pois, além de divulgar a tradicional agremiação leopoldinense, hoje partícipe da modesta Série B1 do Rio de Janeiro, aproxima sócios, torcida, comércio e amantes do futebol em torno da cobertura do Campeonato Estadual da Segunda Divisão, infelizmente tão carente de recursos e de notícias. Em tempo de isolamento social, a função prestada por esse e outros veículos ganha enorme envergadura.

– Sempre fizemos esse trabalho com muito carinho. A imprensa esportiva, em geral, trata infelizmente os clubes de menor investimento com tremendo descaso. Fora a internet, não lemos nem ouvimos notícias sobre São Cristóvão, Olaria, Bonsucesso, Campo Grande e tampouco Bangu e America. O futebol se elitizou de tal maneira que essas tradicionais agremiações se tornaram invisíveis aos olhos do público. A Federação se resume apenas a cobrar taxas, multar e penalizar os que não cumprem as cada vez mais pesadas e difíceis regulamentações. No entanto, se esquecem que os times menores são verdadeiros celeiros de craques, formadores de novos talentos. Pelo Olaria já passaram inúmeros atletas que depois se consagrariam em grandes centros. Sem contar, o papel social que o futebol desempenha, pois retira o jovem da ociosidade, do crime. Daí a importância e a grandeza do nosso trabalho, inclusive pioneiro na transmissão de jogos da Segunda Divisão! – reitera.

Sobre o atual Olaria, Arthur Neto é realista. 


– O time não vem fazendo boas campanhas nos últimos anos. Não lembra de nem de longe a equipe campeã brasileira da Taça de Bronze, em 1981, a qual contava com nomes como Lulinha e Chiquinho, que posteriormente atuaria no Flamengo e ainda foi vice-campeão brasileiro, em 1986, pelo Guarani. O Olaria, antes presença obrigatória no Campeonato Estadual da Série A do Rio, assim como o Bonsucesso, atualmente patina para se manter na mesma divisão e não contrair tantas dívidas. Afinal de contas, não tem apoio de prefeitura como os demais do interior. É uma agremiação de bairro. Mas sempre temos que manter a esperança em dias melhores. Por isso a Web Rádio Olaria voltou com força total às transmissões esportivas.

O maior reforço para a cobertura é, sem dúvida, o repórter Paulo Roberto Rodrigues. Natural de Santo Antônio de Pádua e torcedor do Flamengo e e Paduano, é conhecido entre os amigos como Paulão. Trata-se de um guerreiro, além de profundo conhecedor do futebol do Rio de Janeiro. Membro do mais antigo site em funcionamento que promove a cobertura das divisões menores do futebol do Rio, o Papo Esportivo, fundado pelo decano e companheiro de inúmeras jornadas, Jota Carvalho, Paulo Roberto acumula décadas na árdua missão de trazer novidades de times da capital e do interior por intermédio da imprensa falada e escrita.

Esse ano, possivelmente, o Olaria pode não estar entre os mais cotados para voltar à elite do futebol fluminense, mas em relação à divulgação, o público não ficará mesmo na mão. 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.