Escolha uma Página

Fabricio Santos

PRIMEIRO CAPÍTULO DA DECISÃO

por Fabricio Santos


Analisando o jogo de ontem e verificando as evidências dos últimos dias referentes ao jogo de quarta-feira (08) é possível ter algumas reflexões após essa segunda partida entre Fluminense x Flamengo.

A primeira é que o time do Flamengo, mesmo tendo feito um bom primeiro tempo, está longe de ser esse Flamengo empolgante e vibrante de se assistir. O time até fez um jogo melhor em relação ao jogo de quarta-feira, porém longe de ter o volume e intensidade em relação à temporada passada. Isso é bem intrigante visto que o Mister, como os Flamenguistas se referem a Jorge Jesus, está bem menos vibrante à beira do gramado. Será um indício de saída?

Essa é uma pergunta que não temos ainda uma resposta, porém o time rubro-negro não apresenta o mesmo futebol que até mesmo no pós-pandemia estava vistoso.

Por outro lado, vimos um Fluminense mais ofensivo no jogo de hoje, dominando um segundo tempo quase por completo e não merecendo sair com a derrota, porém futebol não é merecimento e a equipe do Flamengo soube se aproveitar da qualidade técnica superior e num contra ataque conseguiu sair com o resultado final da partida.

Ao sair do jogo de quarta-feira, Jorge Jesus deu parabéns à equipe do Fluminense, mas ao mesmo tempo deixou claro que a equipe tricolor entrou para perder de pouco e acabou saindo com a vitória. Agora a pergunta que não quer calar é qual será o discurso do Mister em relação à partida de ontem?

A equipe rubro-negra entra como favorita na próxima quarta-feira para comemorar mais um título, porém o que cabe ressaltar é a sua postura dentro de campo. Será que veremos um Flamengo mais intenso ou teremos um Fluminense com essa vontade se sobressaindo?

Quarta-feira teremos a resposta, mas fica aqui apenas um registro o jogo está aberto e se a equipe tricolor mantiver a mesma pegada que a apresentada no jogo de hoje teremos um belo espetáculo diminuindo dessa forma o favoritismo rubro-negro para a partida.