FUTEBOL E POLÍTICA NÃO SE MISTURAM?

por Paulo Escobar

fp.png

Passa ano e sai ano, mas uma coisa repetida e que não muda de jeito nenhum é o papo de muitos programas esportivos ou de jornalistas com o mesmo chavão de sempre que futebol e política não se misturam. O incrível é que a cada dia tentam nos convencer de que uma coisa não tem a ver com a outra e assim continua o circo de malabarismos que tenta nos convencer de algo que é tão concreto.

Partindo da ideia de que política é tudo aquilo que involucra as questões da cidade, os interesses das pessoas que vivem nesta cidade ou sociedade, e tudo aquilo que nos afeta no nosso dia a dia. O poder do Estado sobre nós, os sistemas que nos colocam, os poderes e os interesses que nos atingem no dia a dia e tantas outras questões, e o futebol parte de tudo isso, como ainda insistem em nos convencer que uma coisa não tem nada a ver com a outra?

Do momento que você liga a televisão para assistir a partida do seu time já é um fato político, as empresas por traz das propagandas, os interesses da emissora que te atinge e tenta te fazer ver de acordo com o que ela deseja, o hino cantado e a entidade que comanda o futebol que entra na sua casa em dias de jogos.

Diante disto podemos pensar:

- Jogadores que apoiaram regimes opressores e que com sua imagem ajudaram na ocultação de injustiças é um fato político.

- Aqueles que resistiram através do futebol praticaram um fato político.

f6.jpg

- Maradona ser perseguido no antidoping depois de não ter cumprimentado Havelange na final da Copa de 90 é um fato político.

- Os pobres terem seu acesso a cada dia que passa mais dificultado aos estádios é um fato político.

- Presidentes de clubes se perpetuando no poder e depois ainda aproveitando os votos dos torcedores para concorrer a cargos políticos é o que?

- A voadora de Cantona no nazista que o xingava é fato político

- Tite ter negado da CBF o primeiro convite da entidade manifestando ser contrario a Del Nero e as ações podres da entidade e depois ter aceitado é um fato político.

- A xenofobia e o racismo em muitos estádios pelo mundo é um fato político.

f7.png

- Quando um torcedor se revolta e a polícia o reprime também é um fato político.

- Quando o futebol feminino é deixado no ostracismo para sempre exaltar mais os jogos do masculino e ainda termos que ouvir esse papo de inclusão como se fosse uma verdade, é um fato político.

- A listra da Adidas que Cruyff tirava da sua camiseta para jogar só com duas listras é um fato político.

- Quando Felipe Melo e outros jogadores declaram seu apoio a candidato que destila ódio contra gays, negros, estrangeiros, índios e tantos outros é um fato político.

- O jogador não poder comemorar seu gol ou o torcedor ter sua alegria castrada nas arquibancadas é um fato político.

- Os times chamados de pequenos sempre terem mais dificuldades que os times ditos grandes é um fato político.

barb.jpg

- Barbosa depois da Copa de 50 ter sido culpado pela derrota até sua morte, que pode ter sido mais massacrado pelo fato de ser negro, é um fato político.

- O futebol moderno ser esse antro de chatice e de bons costumes que insistem em te inculcar é um fato político.

E milhões de outros casos que poderia ficar escrevendo milhares de outros exemplos, ou te contar uma infinidade de outras histórias que mostram que tanto a serviço da opressão quanto da resistência o futebol é um ato político também. O fato de muitos meios de comunicação e de muitos jornalistas que trabalham para estes meios quererem te dizer que futebol é uma coisa e política é outra e que as duas não se misturam, é um fato político.

Eu estar escrevendo e você lendo é somente mais um fato político também, acredite você ou não.