Escolha uma Página

SEM COMPARAÇÕES

13 / novembro / 2019

:::::::: por Paulo Cezar Caju ::::::::


Alô, torcida do Flamengo, aquele abraço!!! Todos sabem que sou botafoguense, mas, acima de tudo, torço pelo futebol carioca. Não tem como ser diferente, afinal vivi ótimos momentos no Flamengo, Fluminense, Vasco e no meu Fogão. Jamais ficarei feliz com o rebaixamento de algum clube do Rio. Ter apenas uma força é ruim para o conjunto da obra e esvazia o Estadual.

Que o Flamengo vive uma grande fase, principalmente financeira, não é novidade. Que a imprensa exagera na dose de elogios também é sabido por todos. Tudo bem, mas só faço um pedido em nome dos deuses do futebol, não comparem esse time com o rolo-compressor da década de 80. Por favor, não!!! Pais, tios, avós precisam chamar as novas gerações para conversar e colocar os pingos nos is.

Já vi “jornalistas” levando essa enquete para debate. Curtam esse momento, divirtam-se, fiquem felizes com o Maracanã lotado com 52 mil pessoas, zoem, brindem, gritem, pulem, mas não se ATREVAM a comparar os dois grupos. Primeiro porque um desses times tinha Zico. Vou repetir. ZICO! A discussão poderia cessar aí. Me perdoem, mas com todo respeito ao Rafinha, Leandro é Leandro. O Júnior vence qualquer um, tanto no meio-campo quanto na lateral. Se hoje o ataque rubro-negro é festejado os mais velhos precisam contar do que eram capazes Tita, Nunes e Lico.

A garotada pode e deve idolatrar Arão, Gerson e Everton Ribeiro, mas precisa entender que Andrade, Adílio e Zico faziam jus ao slogan “craque o Flamengo faz em casa”. O time atual é o da moda, formado por forasteiros, sem qualquer identidade com o clube. Sinceramente, essa enquete beira o desrespeito.

Olha, nesse fim de semana assisti e vi os “melhores momentos” de Atlético x Cruzeiro, Corinthians x Palmeiras, Athletico x São Paulo, Ceará x Fortaleza, Vasco x CSA, Grêmio e Chapecoense. O nível é lamentável e não é de hoje que digo isso. Ainda tenho que ouvir um locutor dizer que o jogador está na “contramão”… Na contramão está o nosso futebol!

Longe de querer desmerecer o Flamengo atual, mas na época do Flamengo de Zico havia o Vasco de Dinamite, o Botafogo de Mendonça, o América de Eduzinho, o Bangu de Marinho, o Fluminense de Romerito, o Atlético de Reinaldo, a Ponte Preta de Dicá, o Santos de Pita, o São Paulo de Pedro Rocha, o Santa Cruz de Givanildo, o Guarani de Careca, o Inter de Falcão e o CSA de Jacozinho, Kkkk!! Por favor, cada um no seu quadrado, cada um na sua época.

O futebol brasileiro desmoronou. Ainda hoje a imprensa elogia Mano e Abelão, e critica Diniz, “que deixa legado, mas não consegue consolidar o trabalho”. A visão da mídia está distorcida. Ela tem todo direito de celebrar o Flamengo, caprichar em suas manchetes e cobrir o Rio de vermelho e preto, mas ela também tem a obrigação de preservar a memória e frear qualquer tipo de comparação descabida.

Que o Flamengo seja campeão Brasileiro, da Libertadores e Mundial, mas que o valor da geração que jogou futebol de verdade permaneça intacto e no alto do pódium.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.