MÃOS MILAGROSAS

Quem nos acompanha sabe o quanto gostamos dos personagens que ficam à beira do campo. Por isso, estávamos há um bom tempo atrás de Luizão, um dos massagistas mais vitoriosos do mundo, para relembrar sua trajetória!

Em seu currículo, consta nada menos do que quatro Copas do Mundo, Olimpíadas, Pan-Americano e títulos pelo mundo inteiro. O primeiro mundial foi em 1982, mas engana-se quem pensa que o massagista acompanhou aquela seleção que encantou o mundo.

- A primeira foi com o Kuwait, em 1982, com o Parreira!

A relação de Luizão com o técnico vem desde a juventude, quando o massagista ainda tentava ser jogador e teve a oportunidade de ser treinado por Parreira em Padre Miguel, no Rio de Janeiro.

Os anos se passaram, Luizão largou o futebol e passou a servir o exército. Quis o destino, no entanto, que o futebol cruzasse seu caminho novamente, mas de uma maneira inusitada:

- Tudo começou com uma necessidade de um oficial equatoriano. Ele tinha três dias pra permanecer no curso de Guerra na Selva ou seria cortado. Liguei para o meu irmão (massagista), que me deu as instruções e eu passei três dias fazendo tratamento nele.

WhatsApp Image 2019-09-20 at 13.18.36 (1).jpeg

Resultado: o rapaz se recuperou, Luizão vibrou e decidiu que levaria aquela profissão para o resto da vida!

- Fiz o curso e estou aí há 40 anos! - lembrou!

A segunda Copa do Mundo foi em 1990 e teve um gosto especial, já que vestiu a amarelinha e fez parte da delegação de Lazaroni.

Mas nada se compara ao mundial seguinte, quando Luizão reencontrou Parreira, seu velho conhecido, e o desfecho todos conhecem.

- Com toda a sinceridade, acho que a ficha não cai imediatamente após o apito final! Recentemente, fizemos um encontro na Granja para celebrar os 25 anos do Tetra!

Durante o papo, descobrimos que o massagista conta com um acervo precioso que reúne belas fotos, camisas e muito mais! Imagem por imagem, Luizão lembrou cada momento e ao ser perguntado sobre o clube do seu coração não teve dúvidas:

- Tenho um carinho por todos, mas o São Paulo me acolheu no momento que eu mais precisava! Sofri um acidente na Dutra e tive todo o suporte deles! Cuidaram de mim de uma forma sensacional.

No fim da resenha, ainda deu tempo do nosso craque Guilherme Careca tirar uma casquinha do massagista e aproveitar uma sessão das mãos milagrosas!

Que resenha boa! Assistam ao vídeo completa!