Escolha uma Página

CLUBE EMPRESA

31 / outubro / 2019

texto: Wesley Machado | fotos: Agência Check


O Club de Deportes Cobreloa, do Chile, é famoso por ter sido o time que fez a final da Libertadores de 1981 vencida pelo Flamengo. Mas o Cobreloa do Chile não é só isto. Os Zorros do Deserto, como são chamados, já revelaram grandes jogadores para o futebol mundial, como Alexis Sánches, Eduardo Vargas e Charles Aránguiz.

E em Campos dos Goytacazes-RJ existe um núcleo do Cobreloa do Chile. O Centro de Treinamento do Cobreloa Campos funciona no estádio do Municipal, no bairro do Capão. O Cobreloa Escola Brasil conta com uma grande estrutura, incluindo alojamento de concentração para atletas no bairro do IPS, academia, caixa de areia para trabalho funcional, fisioterapeuta, osteopata, preparador físico, nutricionista e quatro treinadores.

O Cobreloa Brasil Escola em Campos é uma parceria das empresas Vandi G6, Neto Sports e da Escola de Goleiro Construindo Paredões. O Cobreloa Brasil Escola em Campos tem um perfil de clube empresa e tem o objetivo de formar atletas.

– Recebemos recentemente a visita do vice presidente do Cobreloa do Chile, Adrian León. Somos um clube intermediário credenciado junto à FERJ e à CBF. Já temos muitos contatos Brasil afora. Temos uma parceria com o empresário Rodrigo Pitta. Já temos atletas no Sub 20 do Cobreloa do Chile, no Sub 17 e Sub 13 do Cruzeiro, no Sub 16 do Vasco e no Sub 12 do Botafogo – informou Neto, empresário do Cobreloa Escola Brasil em Campos.

O Cobreloa Brasil Escola em Campos foi fundado em maio de 2018 a partir da passagem do empresário Vandinho pelo time chileno de 2015 a 2017. 

– Meu sonho era criar esta escola de futebolpara dar oportunidades que eu não tive como atleta quando jovem! – comentou Vandinho.


A esposa de Vandinho, Eveline Pessanha, é a coordenadora geral do Cobreloa Brasil Escola em Campos. Ela fala sobre o trabalho que é desenvolvido no clube empresa.

– Atualmente temos cerca de 150 atletas. Nós aqui oferecemos toda a estrutura para o atleta, coisas que muitos craques do passado não tiveram, desde alojamento, passando por material esportivo, até a parte social, onde acompanhamos o desenvolvimento do atleta. Hoje nós temos a chance de acompanhar a evolução do futebol, onde o atleta não precisa estar num clube propriamente dito para este atleta ser revelado. Os clubes tradicionais não querem ter o trabalho de desenvolver o atleta, já o querem pronto. Mas nós aqui trabalhamos o atleta. Quem tiver interesse em fazer uma avaliação no Cobreloa deve procurar a secretaria no estádio Municipal – informou Eveline.

Um desses atletas trabalhados no Cobreloa Brasil Escola em Campos foi o meia atacante Rayan, de 14 anos, que foi descoberto jogando bola na rua e não chegou a fazer as categorias de base. Rayan foi o destaque do treino da equipe Sub 15 do Cobreloa Escola Brasil em Campos na tarde desta quarta-feira. Ele fez três gols e mostrou muito talento.

– O Cobreloa me ajudou a desenvolver meu futebol. Passei a ter mais vontade de jogar. Quando entro em campo tento esquecer todos os problemas. Minha família passa por dificuldades financeiras e meu sonho é me tornar um grande atleta para poder ajudar minha família a sair desta situação – disse Rayan, que está no 8º ano escolar, é morador do Parque Aurora, filho de uma faxineira e de um entregador de bebidas e tem quatro irmãos.

Outro atleta de destaque do Cobreloa é o meia Nicolas, de 19 anos, que irá para o México. Ele fala da expectativa de jogar fora do Brasil.


– Minha expectativa é das melhores possíveis, de fazer o que eu gosto, que é jogar futebol. Passei por muitos clubes e nenhum me deu a oportunidade que o Cobreloa está me dando. Por isto quero aproveitar ao máximo – comentou Nicolas.

O técnico Índio, que está no Cobreloa desde o início do projeto, considera que a estrutura que o Cobreloa oferece nenhum clube de Campos tem. Além da estrutura e a parte social, o clube empresa de Campos se preocupa com a alimentação dos atletas, oferecendo um cardápio balanceado com frutas e repositores energéticos.

O Cobreloa Brasil Escola em Campos fará amistosos em Belo Horizonte no mês de novembro com o Cruzeiro e o América Mineiro. Antes, nesta sexta-feira (01/11) terá um amistoso às 9h30 contra o Goytacaz no Aryzão. A equipe já foi convidada para disputar torneios no México em 2020. É o crescimento do primeiro clube empresa de Campos, que tem o lema da agremiação do Chile: “Não somos grandes, somos gigantes”.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.