O FUTEBOL SOBREVIVE

por Luis Filipe Chateaubriand

IMG_9824.jpeg

Este signatário não costuma, normalmente, escrever sobre o futebol da atualidade, prefere proceder narrativas sobre o futebol do passado. Considera o futebol dos tempos atuais chato, enfadonho, monótono.

Contudo, vimos, nos últimos dias, jogos que trouxeram alento aos amantes do futebol bem jogado.

Em Porto Alegre, jogaram Grêmio x Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Na casa do adversário e perdendo por 3 x 0 com 21 minutos de jogo, o Fluminense foi buscar uma improvável virada, ganhando o jogo por inacreditáveis 5 x 4.

Em Liverpool, jogaram Liverpool x Barcelona, o segundo jogo de uma das semifinais da Champions League. Precisando vencer por quatro gols de diferença para se classificar à final, o Liverpool “sapecou” um contundente 4 x 0 em Messi em companhia, promovendo um triunfo quase que milagroso na terra do Beatles.

IMG_9825.jpeg

Em Amsterdã, jogaram Ajax x Tottenham, o segundo jogo da outra das semifinais da Champions League. Ao estar perdendo por 2 x 0 ao final do primeiro tempo, o clube londrino fez, no segundo tempo, os três gols que precisava para ir à final, virando o jogo para 3 x 2,  na casa do adversário, com o gol decisivo no último minuto, em jogo que envolveu técnica, emoção, deslumbramento, surpresa e encantamento.

Em quatro dias, presenciamos três jogos de futebol inesquecíveis. Desses que ficarão lembrados pelas próximas décadas, certamente. 

É pena que poucas vezes o futebol do presente seja assim, pois se puder sê-lo mais amiúde, essa invenção extraordinária do ser humano terá, certamente, vida eterna!

Luis Filipe Chateaubriand acompanha o futebol há 40 anos e é autor da obra “O Calendário dos 256 Principais Clubes do Futebol Brasileiro”. Email:luisfilipechateaubriand@gmail.com.