ENCONTRO DE VASCAÍNOS

Após sugestão do parceiro Kleverson Marcos, a equipe do Museu foi até Conselheiro Galvão, estádio do Madureira, para entrevistar o artilheiro Índio, campeão brasileiro pelo Coritiba em 1985. Chegando lá, fomos surpreendidos por um encontro de ídolos do Vasco: tratava-se de um churrasco da geração de 78, 79, 80 e 81.

A confraternização foi liderada pelo lateral Gilberto Coroa e, como não somos bobos nem nada, fizemos questão de tirar uma casquinha entrevistando grandes jogadores que passaram pela equipe.

- Todos esses aqui vestiram a camisa do Vasco e moraram na concentração embaixo da arquibancada. É um grupo de amigos que está matando a saudade depois de 30 anos. Isso não tem preço - disse o "presidente" Gilberto.

Muito solícito, o zagueirão Chagas não pensou duas vezes antes de aceitar ser o nosso repórter por um dia, apresentando um por um e relembrando grandes momentos ao lado das feras.

- Fomos campeões cariocas e a nossa geração foi a que deu início a essa gama de atletas que explodiram pelo mundo, como Mazinho, Romário, entre outros.

Serginho Carioca, um dos maiores cabeças de área que já vestiram a camisa do clube, resumiu em poucas palavras o encontro:

- É muito bom rever os amigos depois de um longo tempo.

Por fim, já na saída, ainda conseguimos falar com Ernani, que se mostrou desanimado com o futebol praticado hoje em dia.

- Sem querer ser saudosista, mas eu costumo dizer que o que vemos hoje é outra coisa, mas não é futebol.

Que resenha bacana!