Escolha uma Página

RETROSPECTIVA DO FUTEBOL EM 2021

7 / dezembro / 2021

por André Luiz Pereira Nunes


Chegamos a mais um final de ano com a melhor sensação possível de estarmos vivos apesar de todas as dificuldades envolvendo a pandemia da Covid 19, governo negacionista, alta da gasolina, centrão no Congresso, crise hídrica, PEC 32, desemprego e inflação nas alturas.

No que tange ao futebol, o Brasil, mesmo sem apresentar bom padrão de jogo, se classificou facilmente para a Copa do Mundo. O país também predominou na Copa Libertadores, protagonizando uma decisão tupiniquim, na qual o Palmeiras bateu o Flamengo, tal qual Davi a Golias.

O Atlético Mineiro voltou a figurar no rol dos vencedores. Entretanto, Vasco e Cruzeiro parecem viver suas piores fases. Já o Botafogo, por seu turno, fez valer seu poderio, conquistando com méritos o acesso à elite do futebol brasileiro.

A Seleção Brasileira continua a não dar a menor esperança de sucesso para a Copa do Mundo do Qatar. Curiosamente, a Itália, a vencedora da Eurocopa, caiu para a repescagem e pode mais uma vez ficar de fora, pois pegará Portugal e Turquia e só uma se classifica. Pelo menos teremos a Holanda. É sempre bom contarmos com a presença da Laranja Mecânica em um mundial.

O America, pobre America, continua sua triste sina no limbo em formato de espiral que representa a segunda divisão do Rio de Janeiro. Sua gestão amadorista, repleta de erros, precisa ser modernizada com urgência. No futebol moderno não é cabível um time contar com elenco inchado, jogadores velhos e falta de preparo físico. Pelo menos, o Olaria conquistou a terceirona ao bater o time dos refugiados que não tem nenhum refugiado.

O futebol, em 2021, não trouxe muitas surpresas. Não surgiu nenhum novo Neymar, tampouco um Ronaldo Fenômeno. Por ora, teremos que contar com os mesmos pernas de pau de cabelos descoloridos que abundam no futebol brasileiro. E lambam os beiços!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.