Escolha uma Página

SOPRO DE ESPERANÇA

11 / julho / 2022

:::::::: por Paulo Cézar Caju :::::::

Não sei se minha coluna está tendo alcance internacional, mas fiquei feliz que minhas preces começaram a ser atendidas lá nos Estados Unidos! Ainda estamos engatinhando, mas vi que aplicaram uma regra que o jogador que pedir atendimento médico precisará ficar fora de campo por, no mínimo, três minutos. É um começo? Claro que é, mas vale ressaltar que o mal tem que ser cortado nas divisões de base!

Não acho que isso será o suficiente e já deve ter até dirigente tramando nos bastidores uma forma de fazer um rodízio para que os jogadores simulem no momento oportuno. Nada mais me surpreende!

A punição deveria ser severa, incluindo expulsão, multas milionárias e até exclusão do campeonato! Dessa forma, acho que consigo ver uma luz no fim do túnel!

Na rodada do fim de semana, como de costume, teve jogador rolando, técnico expulso, árbitro xingado e por aí vai! Sabe qual é o pior? Acompanhei alguns jogos da categoria de base e a falta de educação é a mesma! Os pais, irmãos e amigos dos garotos soltam palavrões a todo momento e às vezes até saem na mão com os familiares do outro time!

Em relação ao desempenho dos jogadores, vimos mais um show de horror! Sem querer crucificar o lateral do Flamengo, mas aquele lance que ocasionou o gol contra é o reflexo da situação atual do nosso futebol! Uma bola fácil, sem ninguém pressionando e ele colocou para o fundo da rede. O domínio é um fundamento básico que, na minha época, treinávamos exaustivamente.

Sabem o que é isso, né? Hoje em dia a prioridade é correr 200km por jogo, dar trombadas e carrinhos por aí! Precisamos urgentemente olhar para os detalhes que compõem o nosso futebol!

Pérolas da semana:

“Ligação direta durante o jogo em direção aos três zagueiros, com o apoio do alas, para zerar a bola viajando por dentro e na faixa central. Dessa forma, cria-se um espaçamento confortável do time jogando por uma bola (como se tivesse outras no campo)”.

“O lateral do Flamengo não teve o fundamento e, ao rebater, a bola pegou na goiaba do pé”.

“Nas trocas do 4-4-2 por um modelo clássico de linha de 5 e 4 na frente, tendo amplitude e encorpando os volantes para o lado do campo e criando a opção do movimento corporal do 9”.

TAGS: PC Caju

8 Comentários

  1. Arnaldo

    Está muito difícil assistir jogos do botafogo. Ninguém se entende em campo. Parece que fizeram um cata cata, e colocaram pra jogar uma pelada.

    Responder
  2. Rogério Matos

    Concordo plenamente. Outra coisa que deveria ser punido , é a constante invasão de campo pelo banco de reservas. Eles deveriam ficar sentando no banco e não toda hora invadir o campo. Também combater a cera dos goleiros. Tá demais…

    Responder
  3. Rogério Matos

    Sou da época do velho Maracanã, faço restrições as árbitros. São xingados toda hora pelos jogadores, por qualquer marcação. Jogadores desleais e são punidos apenas com cartão amarelo e repetem as mesmas entradas e não acontece nada. Os juízes tem medo de expulsar e o jogo fica violento. A gente ve
    O cara agredir e nada acontece. Triste futebol

    Responder
  4. Paulo Frederico

    PC, tem jogadores que vibram depois de um carrinho como se fosse gol…
    Um crime o que vem fazendo nas divisões de base. Estes professores tinham que ser preso. Vale tudo pelo resultado, menos a arte,o talento levado ao extremo.
    Continue por aí que a gente segue firme por aqui.

    Responder
  5. José Avelino

    Concordo com o PC, sempre coerente nos seus comentários. Na minha opinião a regra de impedimento deveria ser alterada no seguinte: todo lançamento de bola parada para dentro da área, não deveria ter impedimento, evitaria muitas discussões e tempo perdido e acho que o futebol ficaria mais vibrante!

    Responder
  6. Joedyr Bellas

    Fim do impedimento. Nem a tecnologia consegue chegar a uma conclusão sobre o impedimento, então, exclui-se o impedimento e que se virem os técnicos.

    Responder
    • José Avelino da Silva Neto

      É por aí mesmo amigo, não quiz falar em exclusão por achar que seria uma opinião isolada más concordo com você!

      Responder
  7. Tadeu cunha

    Caro PC CAJU, DISSESTES TD, O PROBLEMA COMECA NA BASE ONDE OS PSEUDO PROFESSORES NÃO COBRAM NEM ENSINAM OS FUNDAMENTOS,ASSIM QUANDO A CRIATURA CHEGA NO TOPO O TREINADOR É CULPADO DO QUE NAO FEZ,ESTADIO NAO: SERIA MELHOR UM CIRCO PRO NOSSO AGNONICO FUTEBOL.ABS

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.