Escolha uma Página

Boavista

O HOMEM DE BOA VISTA

por Luis Filipe Chateaubriand 


Quando se pensa na quinta força do futebol do Estado do Rio de Janeiro, não estamos nos referindo ao América, nem ao Bangu, nem ao Americano, nem ao Goytacaz, nem ao Volta Redonda. 

Nos referimos ao Boavista de Saquarema, clube que ascendeu de forma notável na última década. 

E, por trás do sucesso do Boavista, desponta a figura de João Paulo Magalhães Lins. 

Membro de uma família milionária, mas absolutamente discreta, JP também se vale da discrição ao gerir o Boavista. 

Outro traço da personalidade de JP é o espírito empreendedor – a inovação como diretriz da gestão. 

E mais um predicado de JP é a valorização do profissionalismo – cerca-se de profissionais gabaritados para assisti-lo. 

E, assim, com visão aguçada, JP faz do Boavista um clube de menor investimento que ruma para ser um clube de maior investimento. 

Luis Filipe Chateaubriand é Museu da Pelada!