ZETTI, O PAREDÃO

entrevista e texto: Paulo Escobar

Como não lembrar daquele que debaixo das traves trazia segurança para sua zaga?

Sem dúvidas, debaixo do gol Zetti foi um dos maiores goleiros da história do São Paulo e porque não do futebol nacional. Com partidas memoráveis naquele São Paulo de Telê Santana que ganhou tudo nos anos 90.

Mas uma das curiosidades na vida do goleiro é seu começo no vôlei, somente depois por conta da influência do seu irmão mais velho é que Zetti viria a ser goleiro. Devido a seu tamanho desde muito cedo era motivo de desconfiança, o que viria fazer com que andasse com a certidão de nascimento para poder provar sua idade.

WhatsApp Image 2019-02-09 at 23.54.13.jpeg

Do infantil do Capivariano, Zetti iria para o Guarani. De idas e vindas pelo Palmeiras, foi somente no ano de 1986 que voltaria ao Parque Antártica para disputar a posição. Viria a se firmar no Verdão em tempos de crise, clube em que quebrou um recorde de 13 partidas sem levar gols.

Mas nem tudo seria fácil, foi numa divida com Bebeto que trouxe graves consequências ao goleiro, que ficou contundido por oito meses. Na volta, Veloso era o titular do time. Zetti não se conformou com a reserva viria a conseguir a compra de seu passe, e a partir disso vai parar no São Paulo.

No São Paulo, seria talvez o auge de Zetti: foi campeão brasileiro, paulista, Libertadores, Mundiais, inclusive jogando naquela mítica final de Libertadores contra o Newells do Loco Bielsa. Em 1993, viria a ser convocado para a seleção brasileira e fez parte do grupo que seria tetra no ano seguinte.

Zetti é daquela escola clássica de goleiros, daqueles que transmitiam segurança debaixo das traves, entre suas marcas as calças compridas que no começo eram para o frio, depois viriam a se transformar num equipamento importante nos seus pulos, evitando que ficasse com as pernas esfoladas, dando mais segurança.

Na tarde da resenha fomos até Santo Amaro, São Paulo, onde na sua academia de goleiros observamos a molecada tendo seus primeiros passos e princípios básicos debaixo do gol. Muitos sendo observados e pegando dicas fundamentais deste grande goleiro, inclusive muitos dizem que debaixo do gol Zetti foi maior que Rogerio Ceni.

O que mais me surpreendeu foi a humildade e gentileza, o papo descontraído e uma resenha cheia de histórias míticas daquele que sem dúvida foi um dos maiores goleiros deste país. Bom, sem mais, deixamos vocês com esta bela pessoa que é o Zetti.