CADÊNCIA PRA CRAQUE

Adil de Paula, o "Zuzuca", é o criador de um dos bordões mais populares do samba.

"Festa para um rei", mais conhecido como "olêlê, olálá, pega no ganzê, pega no ganzá", foi o samba do Salgueiro campeão de 1971 e hoje embala craques e torcidas no mundo inteiro.

...........................................

Confira a letra original:

Festa Para Um Rei Negro (pega No Ganzê)

Nos anais da nossa história
Vamos encontrar
Personagem de outrora
Que iremos recordar.
Sua vida, sua glória,
Seu passado imortal
Que beleza
A nobreza do tempo colonial.

Ô-lê-lê, ô-lá-lá,
Pega no ganzê,
Pega no ganzá.

Hoje tema festa na aldeia,
Quem quiser pode chegar,
Tem reisado a noite inteira
E fogueira pra queimar.
Nosso rei veio de longe
Pra poder nos visitar,
Que beleza
A nobreza que visita o gongá.

Ô-lê-lê, ô-lá-lá,
Pega no ganzê,
Pega no ganzá.

Senhora dona-de-casa,
Traz seu filho pra cantar
Para o rei que vem de longe
Pra poder nos visitar.
Essa noite ninguém chora,
E ninguém pode chorar
Que beleza
A nobreza que visita o gongá.

Ô-lê-lê, ô-lá-lá,
Pega no ganzê,
Pega no ganzá