UM PRÓLOGO PARA OS VERSOS DE SANGUE; 1982 EM MIM...

por Marcelo Mendez

cp.jpg

O mundo mudava a partir do começo dos anos 80.

Tinha uma tal abertura política que meu pai gostou muito, teve as grandes greves do ABC, teve meu Pai engajado nisso tudo, começaram a chegar uns filmes e uns discos no Brasil que minhas primas gostavam, na escola comecei a sacar as coisas e o futebol passava a fazer parte da minha vida de vez.

Em 1980, aos 10 anos de idade, chego para jogar no mirim do Esporte Clube Nacional do Parque Novo Oratório, quando conheci meus primeiros amigos. Aprendi que quando se junta onze caras em campo com a mesma camisa, não tem diferença nenhuma, rola uma amizade, um grupo, uma irmandade.

Além disso, também descobri que o futebol é duro, afinal sou palmeirense...

Em 1980 isso não era muito fácil, nem muito prazeroso, mas outra hora falamos disso.

O que está em questão é a Copa do Mundo, ou o período que marca a preparação para ela.

Diferente de 1978, agora eu já podia acompanhar todo processo, ver como era a expectativa de quem curtia essa coisa toda e o principal, assistir de perto a formação do time que jogaria a próxima Copa, em 1982...

Seriam os quatro anos mais intensos da minha vida. Da minha imberbe, vida. Em se tratando de futebol, claro que pensei várias vezes que viveria muito mais do que vivi naqueles anos.

Todavia, as coisas de 1982 ainda ressonam fortemente em mim. Sempre ressonarão...