OS AMIGOS DA MANET

texto: Sergio Pugliese |  foto e vídeo: Guillermo Planel

Os bastidores da famosa pelada de Del Castilho

Pode ser Uber ou amarelinho, não importa, adoro ouvir histórias de motoristas, suas reclamações, suas opiniões sobre política, temperatura, conquistas, violência, obras e comportamento em geral. Os caras passam o dia transportando todo o tipo de gente, acompanham as transformações da cidade, muitoooooos são formados e trocaram recentemente de profissão, ou seja, alguma pautinha sempre sai desses papos. No final, quase sempre tem troca de cartões e o início de uma nova amizade. Com o Henrique, do amarelinho, foi assim. Logo que me despedi de dois amigos e segui a corrida, ele abriu os trabalhos:

- Amizade é tudo, né parceiro?

- Amigos são mais importantes do que muitos parentes, com certeza!

- É isso! E estou vivendo um dilema justamente por isso........ – disse, olhos fixos no espelho.

- Perdeu algum amigo?

- Minha mulher recebeu um convite para trabalhar em Londres, em hotelaria. Meu irmão mora na Europa há alguns anos.....

- Mas isso é bacana!!!!

- Claro, ruim não é, mas e como fica a minha resenha de domingo com os amigos da pelada?

Peraí, o cara subiu no meu conceito estratosfericamente em segundos!!!! Sabe aqueles medidores dos desenhos animados que explodem quando alguém dá uma martelada? Foi isso!!!!  

- Verdade, não sabia desse outro lado – comentei, semblante preocupado.

- Vi que são jornalistas, né? Por isso estou passando o meu ponto de vista.

- Mas lá deve rolar uma peladinha também – tentei amenizar.

- Cara, mas lá não vai ter um Orelha, um Marquinhos Diarréia, um Pedrinho Chuta-Chuta.

Verdade, pensei. Fazia todo sentido o seu coração amargurado.

- É, um Marquinhos Diarréia acho que não vai encontrar por lá, mas de repente um Peter Kick-Kick......

- KKKKKKK, mas é diferente. Não vai ter o churrasco no Trailer do Careca, nem as zoações. Eu, por exemplo, não sou o Henrique, mas o Hula ou o Zé Gotinha ou o Paralisia Infantil....

Ah, o bullying, pensei, realmente não faz parte do universo peladeiro.

- Aí é impossível, parceiro, Paralisia Infantil é imbatível. Já explicou isso para a sua mulher?

- Pirou? Isso ninguém entende, só nós mesmos.....

- Então seja o que Deus quiser!

- Isso, Deus é peladeiro, vai dar tudo certo!

Claro que antes de me despedir, trocamos cartões, anotei o endereço da pelada, Praça Manet, em Del Castilho, domingo, às 8h, e no fim de semana seguinte estava lá. Quando cheguei rolava Barcelona x Real Madrid, clássico espanhol em Del Castillo!!!! Sentiram a troca de Castilho por Castillo para “espanholar” ainda mais o clima? Casa cheia para prestigiar o Torneio Liga da Europa! O Henrique chegou marrento com a camisa do Arsenal e, pelo climão festivo, entendi sua tristeza em deixar tudo aquilo para trás. A outra certeza foi quando a bola rolou: sua desenvoltura em campo facilitou o meu entendimento sobre o “Paralisia Infantil”.

Valeu, Henricão!!!!!!!!!