NO FUTEBOL A FELICIDADE DEVE SER PUNIDA

por Paulo Escobar

gol.jpg

Eduardo Galeano se referia ao gol como “orgasmo do futebol”, pensando talvez num dos momentos de maior prazer que possam ser gerados numa relação. Podemos pensar na relação dos envolvidos numa partida, aonde tanto como jogadores e torcedores chegam a momentos de êxtase e alegria depois de um gol.

Um gol pode gerar alegrias e esquecimentos de realidades e problemas enfrentados durante a semana, naquele momento que tudo passa somos levados ao céu. E quantos não foram os jogadores que nos forneceram verdadeiros prazeres com um gol?

Aqueles jogos memoráveis decididos no final depois de tanto sofrimento, ou o gol marcado sobre o rival. O instante da bola entrando de maneira agônica e que pode mudar sua rotina durante a semana diante dos torcedores de outros times.

O que um gol significa pra você, já parou pra pensar? Qual a importância daquele momento tanto para torcida como para jogadores? E toda a articulação prévia daquele momento tanto dentro como fora de campo?

g2.jpg

Nesta depressão que chamam de futebol moderno, tanto a jogadores e torcedores nos é imposta a moral e bons costumes vindas da FIFA e suas federações, que insistem em nos colonizar de acordo com o certo e errado deles. Tanto para aquele que torce como para aquele que faz o gol nos é orientado a como ser feliz, ou seja, eles querem interferir até na nossa subjetividade.

A alegria deve ser punida, o jogador pode comemorar de maneira controlada, não pode abraçar os seus torcedores, não pode desabafar, não pode, não pode não pode...

Aos torcedores é proibido levar seus instrumentos e sinalizadores, são proibidas suas bandeiras, é proibido até tomar uma cerveja dentro de estádio, ou então pular de alegria nas cadeiras, pois você deve ficar sentado e comemorar como eles querem.

Um jogador que comemora com os seus ou num gesto de êxtase ou orgasmo tira a camisa, leva amarelo, e se duas vezes ele marca no mesmo jogo corre risco do vermelho. Cabe ao jogador se conter, e ao torcedor se controlar.

CARTAO.jpeg

O conservadorismo mundial que a cada dia te impõe uma serie de proibições, dentro de campo através de suas entidades e mídias tenta também te proibir de se alegrar no momento mais alto de uma partida, no gol. O controle social é uma realidade dentro de campo, o controle que mata a cada dia mais os pobres fora dos estádios, hoje também reprime as alegrias.

E lembre-se que em caso de gol não se alegre, não comemore, não festeje o seu orgasmo. Pois hoje fica claro que no futebol a felicidade merece ser punida.