LIÇÃO DE VIDA

Sérgio Sapo tietou o grupo de atletas amputados

Sérgio Sapo tietou o grupo de atletas amputados

No clima das Paralimpíadas, resgatamos uma história sensacional contada pelo parceiro Sérgio Sapo, craque do futsal e um grande treinador! Na época em que treinava a seleção de futebol de salão do Uzbequistão, assistiu a um treino de amputados da seleção do país e se surpreendeu com o desempenho dos atletas!

Os guerreiros estavam se preparando para o torneio mundial e, mesmo com a falta de estrutura na modalidade esportiva, não deram chances para os adversários e levantaram o caneco.

- É uma coisa impressionante! A força de vontade deles, a disposição para treinar, o jeito que batem na bola, correm e driblam... Nunca tinha visto nada parecido!

Um dos craques treina cobranças de escanteio

Um dos craques treina cobranças de escanteio

Embora todos os jogadores tenham impressionado Sapo, um deles foi a cereja do bolo! Mesmo sem um dos braços, o goleiro da equipe fazia defesas impressionantes, para delírio daqueles que acompanhavam a atividade.

- Aquele goleiro tem vaga em qualquer pelada! Ainda mais na minha, que só tem frangueiro! Se agarrar com as duas mãos já é difícil, imagina com uma?

Os jogadores impressionaram Sérgio Sapo

Os jogadores impressionaram Sérgio Sapo

No fim da resenha, o craque, que já foi campeão como jogador e treinador em diversos países do mundo, revelou que tem vontade de trabalhar com um grupo de atletas amputados, pois é uma verdadeira lição de vida.

Vale destacar, no entanto, que a modalidade não faz parte dos Jogos Paralímpicos. Os jogos disputados são entre cegos, o Futebol de 5, e entre atletas com paralisia cerebral, conhecido como Futebol de 7.