CANTO DO RIO HOMENAGEIA ATLETAS DO PASSADO

Fotos: Sérgio Bastos

 Marquinhos Pereira, presidente Rodney Melo e Hipólito Chillinque

Marquinhos Pereira, presidente Rodney Melo e Hipólito Chillinque

Dono de uma linda história com o esporte, o Canto do Rio homenageou no último domingo (25), 19 craques do passado que fazem parte da história de ouro do clube. O evento foi alusivo aos festejos de 105 anos do Cantusca e fechou em grande estilo o mês de aniversário do clube.

No futebol foram homenageados os craques Hipólito, Nélio, Nogueira, Waltinho, Clóvis, Waldyr e Mauro Bittencourt (in memórian), o grande Maurão, pai da nossa parceira Andreia Bittencourt! As feras jogaram na época de ouro do Cantusca e o destaque era o craque Hipólito, conhecido como lança dourada, que jogou entre 1962 e 1963. Em 1964, o goleador foi para o Flamengo em uma negociação dos clubes juntamente com os jogadores Fefeu e Franz. Parte do valor da venda dos atletas foi usada para dar início a construção da atual sede social do Canto do Rio.

 Homenagem a Mauro Bittencourt

Homenagem a Mauro Bittencourt

O técnico Marquinhos Pereira, que defendeu o clube como jogador na década de 90, também foi lembrado no evento. No futsal foram homenageados o goleiro tetracampeão Tissa e o ex-jogador bicampeão adulto João Teixeira. No basquete foram homenageadas as campeãs cariocas Vanda Sampaio, Cyntia Maria e Kátia Regina (in memorian).

Os campeões sul-americanos Robert Voss e Marcus Vinícius Magalhães também não foram esquecidos. Marcus coleciona inúmeros títulos entre 1973 e 1980, período em que defendeu o Canto do Rio nas piscinas do estado. Robert começou muito jovem no clube, na década de 70, e além de títulos Sul-americano e Brasileiro, joga até hoje no máster da Seleção Brasileira.

 Presidente Rodney Melo e vice de esportes Alexandre Sampaio

Presidente Rodney Melo e vice de esportes Alexandre Sampaio

Ainda dentro dos esportes aquáticos o clube homenageou os campeões brasileiros Maurício Ennes e Luis Carlos Campos Pedrosa. Maurício nadou pelo Canto do Rio de 1970 a 1980. O craque reúne ao todo 383 medalhas de natação, incluindo a mais importante conquistada no revezamento sul-americano de nado livre.

Já no voleibol foram condecorados o pentacampeão estadual José Maurício Sarmento e a campeão brasileira e sul-americana Renata Palmier. Renata foi campeã carioca mirim em 1978 pelo Cantusca. A atleta tem no currículo títulos importantes como o Brasileiro, o Carioca e o Sul-americano de Vôlei. Atualmente, compõe a equipe feminina Master do Canto do Rio que foi ouro no Brasileiro em 2016 e prata em 2017 e 2018.