CANSEI DE MIMIMI!!!

:::::::: por Paulo Cezar Caju ::::::::

pc.jpg

Sempre ouço meu sobrinho e seus amiguinhos usarem a expressão mimimi. Agora que entendi como usá-la me sinto na condição de perguntar: tem comportamento mais mimimi do que esse entre Neymar e Cavani?

O dinheiro mima. Parecem dois ginasiais no pátio de um colégio e não dois profissionais jogando por uma multinacional do futebol. Um pega a bola do outro e chega o terceiro menininho, o Daniel Alves, para impedir que o parceiro leve a pior.

Joguei na França e sei que o torcedor não tem paciência para esse tipo de comportamento. Agora ouço num papo de bastidor que essa briga seria parte de um plano e que o Real Madrid estaria por trás disso. O Cristiano Ronaldo voltaria para a Inglaterra e o Neymar assumiria seu lugar. 

ney.jpg

Não me interessa para onde o Neymar vá e quantos milhões ainda ganhará. Só gostaria que ele entendesse que seus 17 anos ficaram para trás e que já passou a hora de amadurecer.

Seria muito bom termos um líder, um HOMEM de verdade liderando nossa seleção, um capitão como Bellini, Mauro, Torres e Dunga. E antes que venham me criticar, o Dunga foi um grande líder, sim, sem mimimis.

Mas, PC, o Neymar está quebrando todos os recordes, ganhou Olimpíadas, faz gols em todas as partidas, dá lambreta!!! E, daí????

Craque já sabemos que é. Mas quem é o grande líder de nossa seleção??? Também não me venham com esse papo de Tite porque estou falando dos que estão dentro de campo. Quem é o nosso capitão???

ney 3.jpg

O campeonato francês que já não era lá essas coisas agora ficou com a fama de torneio escolar por conta dessa disputa de poder entre dois marmanjos. Um dia René Simões alertou sobre as atitudes de Neymar: “estamos criando um monstro!”.

Acho que Neymar está longe de ser um monstro, talvez tenha se tornado um príncipe, o príncipe do mimimi, que ganhou de presente uma varinha de condão e através dela realiza todos os seus desejos.

Talvez ainda falte ele usar essa varinha mágica para bater na própria cabeça e pedir “cresça, menino, cresça....”.