AMIGOS DO GASPERIN

texto: Cândice Gasperin | fotos e vídeo: Alex Racor e Freddy Paz | edição de vídeo: Daniel Planel

Gasperin, o Grande Guerreiro

Desde 2010, quando o goleiro Gasperin – e meu pai - faleceu, eu comecei a buscar seus amigos do futebol para saber mais sobre a história de quem eu só vi jogar por vídeos e fotos (tinha quatro anos quando ele largou as luvas). Quando bate aquela saudade, eu ligo ou visito jogadores, técnicos, jornalistas e dirigentes pedindo que me contem como ele era dentro e fora de campo, bastidores de concentração e aquelas histórias engraçadas que só quem conviveu com ele sabe.

Ídolos do Colorado

Conversando com o ex-zagueiro Larry Chavese, eu e minha família decidimos organizar encontros com os ex-jogadores pelos clubes onde o Gaspa passou: Inter, Grêmio, America-RJ, Botafogo-SP, Cruzeiro... Imagina a resenha! A ideia inicial era escrevermos um livro, que ainda será lançado, mas vimos que os encontros significam mais: é uma maneira de reunir também amigos que não se veem há algum tempo e relembrar os momentos felizes que tiveram no futebol. O Larry até criou um grupo no WhatsApp chamado Amigos do Gasperin, para que os craques da bola mantenham contato.

O último encontro aconteceu em 24 de julho, em Porto Alegre, e o Museu da Pelada não tinha como ficar de fora. Batista, André Luis, Cléo Hickmann, Príncipe Jajá e Chico Spina foram alguns dos craques do Internacional que participaram da resenha. Juntos com Gasperin, eles conquistaram dois campeonatos brasileiros (sendo o único time a vencer o campeonato invicto!), três títulos estaduais, um vice-campeonato da Libertadores e vários torneios internacionais.

Maradona e a prata

O Brasileiro de 79

A alegria e felicidade de se encontrarem era visível no rosto de cada um! Lino e Luis Fernando ainda relembraram a época em que Gasperin foi presidente da “caixinha” do Internacional e Amauri Knevitz contou algumas brincadeiras e o exemplo de liderança do goleiro dentro e fora dos gramados.

gasp.jpg

O mais difícil foi suportar a emoção quando eles falaram sobre a importância dos conselhos de Gasperin, o amor pela família e a dedicação para garantir o número 1 nas costas.

Além do bate-papo lembrando as conquistas, os craques ainda contaram várias histórias dos bastidores do Inter na época, brincadeiras de concentração, conquistas individuais e claro, várias histórias do Gasperin, nosso eterno guerreiro!