A PRIMEIRA PARTE DO TANGO FOI TOCADA

por Paulo Escobar

ft.jpg

O que dizer de um Boca x River mesmo num jogo normal de um campeonato qualquer? Não são jogos fáceis e sempre disputados, difícil me lembrar de um superclássico frio e sem emoções e confusões. Desde muito cedo, no final dos anos 80, me lembro de jogos eletrizantes entre Boca e River.

Final dos 80, nos anos 90 e 2000 para frente, vi o River do Príncipe Francecoli, de Ramón Dias na lateral de campo comandando, do matador Salas, do Diabo Monserrat, do boneco Gallardo (hoje técnico), do burrito Ortega e de tantos outros fazerem jogos contra o Boca de Maradona, Caniggia, Roman, do chicho Serna, do carnaval Palermo, Marcico, o manteca Martinez, do mítico técnico Caballito Bianchi,el Patrón Bermudez e tantos outros.

E numa decisão para fechar os ida e volta em finais, pois ano que vem começa aquela imitação europeizada de final única estragando um pouco mais a nossa Liberta, o que vimos neste domingo foi sem dúvidas a final prometida. Que jogo de futebol! Ao vermos a chatice dos clássicos do Brasileirão um dia antes, os deuses do futebol nos presentearam com este puta jogo.

WhatsApp Image 2018-11-12 at 00.40.18 (1).jpeg

E como um bom tango, teve drama, teve amores, teve agonia e teve a dança da torcida do Boca na Bombonera lotada como sempre, pulsando mais uma vez o mítico estádio do bairro Xeneize.

Entre tantas histórias, teve a da segurança mudando o dia do jogo para sábado, depois a chuva que nos deixou mais agoniados esperando mais um dia, a rodada de domingo na Argentina cancelada e a história do joga ou não joga. Polícia Federal revistando o vestiário do River, Gallardo suspenso não podia nem pisar na Bombonera e assistiu ao jogo em Nuñes, campo do River.

Mas finalmente chegamos ao domingo e podemos dizer que vimos um baita jogo, do começo ao fim, com fortes emoções e pegado como devem ser os Boca x River. O goleiro Rossi, do Boca, fechando o gol em lances claros do River, um Boca meio nervoso no começo, mas que depois se solta e em duas pancadas de Ábila em cima do goleiro Armani do River, na primeira dá rebote e no rebote Ábila abre o placar para fazer a Bombonera quase vir abaixo.

Mas não durou muito, não. Lucas Pratto estava lá para empatar menos de um minuto depois num chute cruzado, e não podemos dizer para calar a Bombonera, pois ali se canta perdendo ou ganhando. A partir dali, vimos um jogo ainda mais quente, e perto do fim do primeiro tempo tínhamos mais uma emoção: o gol de cabeça de Benedetto de frente pra doze que cai comemorando em cima do alambrado e assim se foram aos vestiários.

WhatsApp Image 2018-11-12 at 00.40.17.jpeg

Segundo tempo começa com o River correndo atrás do gol e, numa bola parada alçada na área, Izquierdoz faz contra, para desespero da mesma doze atrás do gol que não deixa de cantar.

No banco, Guillermo Schelotto, que jogou muita bola também naquele meio campo com Riquelme, chama o Apache Tevez que entra para colocar mais temperos nesse jogo e numa jogada de mestre deixa Benedetto na cara do gol, mas Armani fecha e faz, talvez, a defesa do jogo impedindo o 3x2. O mesmo Tevez que ao fim do jogo vai lá na saída do campo dar ânimo a Izquierdoz lembrando que ainda a tango a ser dançado.

Numa semana em que a Argentina parou e, gostem ou não os mais pachecos, o Brasil e o resto da América Latina também, não deixaram nada a desejar aos clássicos europeus ou de qualquer canto do mundo. Vimos um jogo de futebol, assistimos emocionados e aposto que muitos torcendo pra um ou pra outro. Me arrisco a dizer que neste ano, independente do clássico em qualquer lugar do mundo, talvez este sim foi o do fim do mundo como disseram os argentinos.

WhatsApp Image 2018-11-12 at 00.40.19.jpeg

Dia 24 deste mês de novembro teremos a volta e eu torcendo pra um dos dois, sofrendo como sofri, esperando que o céu se tinja de azul e ouro, mas sabendo que o River jogou muito e que nenhum dos dois entregará facilmente essa Liberta. Sabemos que este empate levará os dois times a procurar o jogo e ir pra cima, e sabemos que nestes clássicos, assim como no de hoje, vai rolar de tudo, e esperamos pra emoção nossa que role de tudo mesmo.

A primeira parte do tango foi tocada depois de uma longa espera neste domingo, e até dia 24 esperaremos a segunda parte do tango a ser tocado em Nuñes. E até lá a ansiedade e a emoção nos fará imaginar mil possibilidades.

Até depois do dia 24 para falarmos mais disto que é mais que um clássico. Até...