A BOLA VAI ROLAR

por Gabriel Sarmento

Cansados da maneira como o futsal do Rio de Janeiro está sendo tratado, amantes do esporte se reuniram para criar uma nova filosofia de trabalho dentro do jogo da "bola pesada" e assim surgiu a Liga Carioca de Futsal. O torneio terá sua primeira edição neste ano e já atrai a atenção de muitos times da capital e também da região Centro-Sul Fluminense e de Niterói.

Além do comprometimento com a inovação e a credibilidade, os organizadores têm, como objetivo principal, criar torneios mais atrativos e sérios para os amantes do esporte.

Um dos organizadores, Thomaz Spinelli falou sobre o que motivou ele e os sócios a tomarem a atitude de colocar o projeto para funcionar.

- Eu e meus sócios fomos organizadores de um time durante sete anos e sempre tivemos dificuldades com relação a torneios de futsal. Alguns exemplos de falta de organização, falta de premiação em dinheiro e outros problemas que fomos absorvendo durante esses anos. Nosso objetivo agora é criar o melhor ambiente possível para que os atletas e comissões possam ter prazer em sair de casa para jogar.

A Liga Carioca de Futsal vai ser disputada no CSSE, no bairro Riachuelo, zona norte do Rio, na quadra onde Phillipe Coutinho, da seleção brasileira e do Liverpool, deu seus primeiros chutes. O torneio conta com uma boa premiação em dinheiro para campeão, vice e terceiro lugar, além de um valor pago para artilheiro, destaque do campeonato e melhor goleiro. Vale lembrar que o campeão e o vice ainda levam para casa um jogo de uniformes.

O torneio está apadrinhado pelo atual melhor goleiro de futsal do mundo, Léo Higuita, que defende o Kairat do Cazaquistão e foi naturalizado pela seleção local e também pelo goleiro nascido e criado no Riachuelo, André Deko, que já defendeu as cores da seleção e defende as cores da Assoeva na Liga Nacional de Futsal.

Para mais informações sobre a Liga Carioca de Futsal acessem: www.facebook.com/ligacariocafutsal