O MELHOR DO PIOR

entrevista e texto: Evandro Sousa | fotos e vídeo: André Duque

Criado nas ruas de Boa Viagem, bairro nobre do Recife, engraxate, de rua, tinha o sonho de todo menino de família pobre: ser um jogador de futebol. Se alegrava quando era convidado por empresários para jogar nos times amadores, onde ganhava um trocado e comida.

Quando na sua caminhada surgem duas oportunidades, uma de tornar-se jogador de futebol profissional pelo Íbis e a outra de tornar-se cabeleireiro. Não teve dúvida, agarrou as duas, uma para sustento, cabeleireiro, outra por paixão do futebol, Íbis.

Camisa 10 do pior time do mundo da década de 80/90, Mauro Shampoo, como foi batizado no futebol, fez apenas um gol em dez anos de Íbis, mesmo assim um gol sem memória, pois não tinha público, não ouve transmissão de TV, nem rádio. R:esultado o Ìbis perdeu de 8 a 1, afinal de contas era o Íbis.

- O único título que conquistei foi o título de eleitor!

Com a marca de pior time do mundo e o preconceito de ser cabeleireiro naquela época, Mauro Shampoo tornou-se o maior ídolo da história do Íbis, o Pássaro Preto como é conhecido.

- Eu sou uma estrela, uma estrela apagada, mas sou uma estrela, eu sou 10!

Hoje, com 62 anos, com três filhos, Shampoo, Creme Rinse e Secador, casado com Márcia Pente Fino, ex-goleira de futebol, companheira desde os tempos inglórios, quando lavava o uniforme do íbis em casa. Também cabeleireira, por influência de Mauro Shampoo, tem salão na mesma galeria, que Mauro chama de CT, e o dele se chama Arena Shampoo.

- Eu tenho duas mulheres , a Márcia Pente Fino e a segunda que é a Bola!

Em uma história de superação, podemos dizer que Mauro Shampoo saiu do pior para o melhor, onde a bola e a tesoura até hoje fazem parte da sua vida vitoriosa.

É possível dizer também que a paixão (a bola) e a razão (cabeleireiro) foram os trilhos da vida de Mauro Shampoo que nunca se separaram e que até hoje conduz sua vida.

- Jogador, cabeleireiro, artista de cinema, celebridade, famoso, liso, camisa dez do pior, cabeleireiro macho!

Assim é Mauro Shampoo, camisa dez do pior time do mundo.